Blog

<< Voltar

dezembro vermelho

Dezembro Vermelho: o que você precisa saber sobre HIV/AIDS

04/12/2020 - Postado por Dauar Medtra

O Dezembro Vermelho é uma campanha de conscientização e prevenção ao HIV e à AIDS. Sendo abordada sempre com muito tabu, a doença acaba sendo negligenciada para que o assunto não surja nas rodas de conversa ou nas mesas de jantar de inúmeras famílias. 

O HIV é uma IST – Infecção Sexualmente Transmissível. O vírus é transmitido através do sangue ou de fluidos corporais e pode se replicar dentro do organismo de forma lenta e gradual sem apresentar sintomas por meses ou até mesmo anos. 

Por isso, é preciso salientar que ignorar a existência da infecção não a tornará invisível ou menos infecciosa. A conscientização contínua é fundamental para que a prática do sexo seguro seja cada vez mais comum. 

Quem tem HIV tem AIDS?

Não necessariamente. HIV e AIDS não são exatamente a mesma infecção. O HIV, ou Vírus da Imunodeficiência Humana, é o agente causador da AIDS (Síndrome de Imunodeficiência Adquirida), que por sua vez prejudica os linfócitos responsáveis por defender o organismo de outras doenças. 

Contrair o HIV não quer dizer que o indivíduo desenvolverá a AIDS, que é o estágio mais latente e preocupante da infecção, já que abre as portas para doenças oportunistas, como pneumonias severas, alguns tipos de câncer – como o Sarcoma de Kaposi – e infecções parasitárias e fúngicas graves.

HIV/Aids – Estatísticas 

Segundo o Boletim Epidemiológico emitido pelo Ministério da Saúde em 01/12/2020, de 2007 até a presente data foram notificados 342.459 casos de infecção pelo HIV no Brasil, sendo quase metade destes concentrados na região Sudeste (44,4%) e predominantemente em indivíduos do sexo masculino (69,4%).

A AIDS, por outro lado, acumula 1.011.617 de casos no Brasil, no período entre  1980 e junho de 2020. Nos últimos 5 anos, foram registrados 39 mil novos casos anualmente. Entretanto, esse número vem caindo. Em 2013, o ano fechou com 43.368 casos, diferente de 2019, que encerrou registrando 37.308 casos de AIDS.

Como surgiu o HIV?

O HIV é originário do SIV, vírus que teve seus primeiros indícios no Congo, centro-oeste da África Subsaariana. O vírus foi inicialmente identificado em primatas, mais precisamente no sistema imunológico dos macacos-verde africanos e dos chimpanzés. Eles não ficam doentes apesar de contraírem o vírus que, por ser altamente mutante, gerou o HIV e começou a se espalhar pelo mundo nas décadas de 60 e 70, durante as guerras de independência que ocorreram na época.

Embora tenha surgido décadas antes, a AIDS só foi identificada em 1981, quando os primeiros americanos morreram com o sistema imune gravemente comprometido e apresentando doenças pouco comuns para a época ou para a idade dos infectados. Em 1983, cientistas franceses identificaram o vírus da AIDS nos fluidos corporais, no leite materno, nas secreções vaginais e penianas e no sangue. 

No Brasil, o primeiro caso relatado e o primeiro óbito pela doença foi no ano de 1983.

Transmissão

O HIV pode ser transmitido pelos seguintes meios:

  • Amamentação;
  • Durante a gestação, em casos em que a mulher não sabe que possui o vírus;
  • Relações sexuais sem presertivo – incluindo sexo vaginal, oral e/ou anal;
  • Uso de drogas injetáveis, pelo compartilhamento de seringas;
  • Contato direto com sangue contaminado.

Sintomas da doença

O HIV pode apresentar os seguintes sintomas:

  • Febre baixa e calafrios;
  • Suores noturnos;
  • Cansaço;
  • Irritação na garganta;
  • Dor nos músculos e articulações;
  • Enjoo e vômito; perda de peso.

Tratamento

Ao contrário do que muitos pensam, ter uma vida completamente normal sendo HIV positivo é possível, desde que o tratamento com medicamentos antirretrovirais seja feito de forma contínua. Esses medicamentos evitam a multiplicação do vírus no organismo e, consequentemente, evitam o desenvolvimento da AIDS. O Brasil distribui os medicamentos gratuitamente desde 1996 através do SUS (Sistema Único de Saúde) para todos, independente da carga viral a que foram expostos. 

O tratamento da AIDS, por sua vez, é a ingestão de um coquetel de medicamentos que visa aumentar a expectativa dos soropositivos e fortalecer o sistema imunológico, evitando a entrada de doenças oportunistas que podem ser fatais. 

O papel das empresas na desmistificação do HIV e da AIDS

Além de incentivar a realização de exames de rotina anuais, as empresas podem atuar com uma forte campanha de conscientização visando desestigmatizar o HIV e a AIDS de modo geral. Empresas de excelência são empresas que cuidam da saúde física e mental de seus colaboradores – dentro e fora do ambiente empresarial. 

Conte com a Dauar Medtra no Dezembro Vermelho

A Dauar Medtra atua na prestação de serviços em Medicina e Segurança do trabalho desde 1945. Com uma equipe técnica multidisciplinar, estivemos e ainda estamos presentes no dia a dia de inúmeros profissionais ao longo destes 75 anos de história. Somos médicos do trabalho, fonoaudiólogos, bioquímicos, engenheiros e técnicos de segurança do trabalho comprometidos com o bem-estar físico e mental do trabalhador. Quando precisar, já sabe: conte com a Dauar Medtra.

Gostou? Acompanhe-nos nos Instagram, no Facebook e no LinkedIn.

Powered by Rock Convert

Compartilhe:

Iniciar Conversa
1
Dúvidas?
Olá. Se precisa de um orçamento ou tem dúvidas sobre questões comerciais, como posso te ajudar? Outras informações favor entrar em contato através do 2954-2036 ou 2954-2160.